Desempenho exportador das carnes na primeira semana de 2021

Diminui o tamanho do texto Aumenta o tamanho do texto

Ainda que venham a sofrer diluição à medida que o mês avança, os primeiros resultados das exportações de carnes de 2021 são bastante auspiciosos, mesmo restritos aos cinco primeiros dias úteis de janeiro (mês com 20 dias úteis).

E o que mais chama a atenção, nesse caso, são os embarques do período, todos apresentando – pela média diária – expressiva alta em relação à média diária de janeiro de 2020. Assim, a carne de frango registra incremento de quase 30%, a bovina de 53% e a suína de, praticamente, 58%.

Pena, somente, que janeiro corrente tenha um dia útil a menos. Dessa forma, o aumento anual projetado para o mês da carne de frango cai para 17,37%, o da carne bovina para 39,13% e o da carne suína para 43,54% -o que, convenhamos, são ainda excelentes resultados.

Igualmente positivas são as perspectivas para a receita cambial, aí inclusa a carne de frango. Carne suína e carne bovina tendem a um aumento de receita da ordem de 30%, enquanto a carne de frango – que desde março de 2020 vem obtendo receitas mensais inferiores às de idêntico mês do ano anterior – sinaliza aumento próximo de 4,5%.

Fonte: AviSite 

Edições Anteriores
Cotações
Moeda Cotação  Data 
Dolar  5,29 18/01
Euro 6,39 18/01
 
Risco País (CDS) Data 
Brasil  167.7 18/01

 

O Mailclipping Comex é um newsletter que se restringe à coleta e divulgação de notícias sobre comércio exterior. O conteúdo das notícias é de inteira responsabilidade de seus autores. O Mailclipping Comex não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações. Se estiver interessado no recebimento das nossas informações cadastre-se aqui. Para enviar críticas, sugestões, releases, contatos comerciais, comentários sobre o serviço ou mesmo exclusão, clique aqui.
Siga-nos nas redes sociais
©2021 Mailclipping ComEx. Todos os direitos reservados. imprensa@sfiec.org.br