Painel debate impactos do aeroporto de Fortaleza e dos portos cearenses na internacionalização do Estado

25/08/2020 - 15h08

O Ceará Global trouxe na programação desta terça-feira (25/8) um painel intitulado “Os novos destinos dos negócios internacionais do Ceará” que debateu o papel do aeroporto e dos portos cearenses na internacionalização da economia do Ceará. O painel foi mediado pela gerente do Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), Karina Frota.

Participaram do painel a diretora do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), Rebeca Oliveira; a presidente do Porto de Fortaleza, Mayhara Chaves; e a presidente da Fraport Brasil, Andreea Pal.

Mayara Chaves falou sobre os diferenciais competitivos do Porto de Fortaleza e mencionou os principais produtos exportados através do porto, como trigo, combustíveis e frutas. Ela também abordou a importância das facilidades logísticas para o desenvolvimento do Estado e como o projeto de lei de incentivo à cabotagem (BR do Mar) poderá reduzir o chamado “custo Brasil” e aumentar a competitividade dos produtos brasileiros.

A presidente da Fraport Brasil afirmou que o Ceará possui condições, através do modal aéreo, de potencializar as suas exportações. Atualmente, 95% das exportações cearenses saem do Estado via modal marítimo. De acordo com ela, já é possível perceber um aumento importante de exportações pelo modal aéreo desde a implementação no aeroporto de Fortaleza do hub operado pelas empresas aéreas Gol e KLM-Air France.

“Tivemos aumento nas exportações de produtos perecíveis, como flores, frutas e medicamentos que precisam chegar em um tempo curto aos seus locais de destino. Com o novo aeroporto finalizado e modernizado em padrão internacional poderemos atender a esse crescimento de carga aérea. Esse é um fato importante para o desenvolvimento da indústria. Quanto mais direto e fácil é o transporte de pessoas e de cargas mais rápido será o desenvolvimento econômico da região”, declarou Andreea Pal. 

Já a diretora do CIPP, Rebeca Oliveira, mostrou como a experiência internacional do Porto de Roterdã contribui para a competitividade do complexo e também como está o andamento da expansão da Zona de Processo das Exportações (ZPE) do Ceará. “Roterdã veio para ampliar a nossa visão e nos ajudar com know how para que a gente cresça de forma ordenada, sabendo utilizar com mais eficiência nossos recursos para elevarmos o nosso potencial. Inclusive, está nos ajudando também a identificar onde um modal pode junto com outro contribuir ainda mais para o desenvolvimento do Ceará”, frisou.

Ceará Global
O Ceará Global é uma iniciativa articulada pela Câmara Setorial de Comércio Exterior e Investimento Estrangeiro (CS COMEX & IE), com a co-realização do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Ceará (Sebrae/CE), Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Ceará (Fecomércio/CE), Câmara Brasil Portugal, Universidade de Fortaleza (Unifor), organização da Prática Eventos e Muvon.

Serviço:
Ceará Global 2020: o futuro 360º
Dias 25, 26 e 27 de agosto de 2020
Inscrições gratuitas Ceará Global: https://bit.ly/cearaglobal360

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

  • CENTRO INTERNACIONAL DE NEGÓCIOS: Facebook
CIN - Centro Internacional de Negócios | CNPJ: 07.264.385/0001-43
Av. Barão de Studart, 1980 - Anexo Térreo - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024