Exportações de autopeças de Maracanaú têm alta de 240%

25/04/2019 - 10h04

Quinta cidade cearense com o maior volume em exportações, Maracanaú totalizou US$ 11,8 milhões em vendas a outros países no primeiro bimestre de 2019. A análise do período também revelou a importância das importações no comércio internacional de Maracanaú. O município importou US$ 62,7 milhões, evidenciando um crescimento de 39,4% em relação ao mesmo período de 2018, tornando-se o terceiro maior importador do Ceará. Os dados são de estudo realizado pelo Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC). 

As exportações da cidade têm como carro-chefe o couro bovino processado. Esse foi o item mais vendido ao exterior nos dois primeiros meses de 2019, somando US$ 6,63 milhões. A segunda posição entre os produtos ficou com as peças de veículos pesados, que totalizaram US$ 1,33 milhões, representando um crescimento de 240,6% ante o primeiro bimestre de 2018. Estados Unidos e Itália são os maiores consumidores dos produtos de Maracanaú, com US$ 3,46 milhões e US$ 3,40 milhões, respectivamente. A demanda ítalo-americana representa 58% do total exportado pela cidade. Além dos dois maiores compradores, outros 37 países, como Canadá, China, Índia e Reino Unido, grandes potências mundiais, também são destinos dos produtos de Maracanaú.

Importando principalmente produtos químicos, Maracanaú tem os compostos de nitrogênio como principal produto comprado do exterior entre janeiro e fevereiro de 2019, com US$ 12,5 milhões. O valor importado em nitrogênio é 123,4% maior que o do primeiro bimestre de 2018. A China é o maior fornecedor internacional do município, com US$ 30,7 milhões, mas a Bélgica chama a atenção na relação dos importadores de Maracanaú pelo crescimento no volume de vendas. Maracanaú comprou US$ 2,4 milhões do país europeu no período, um valor 61 vezes maior que o do mesmo período de 2018. Austrália e Índia também merecem destaque nas importações do município, com US$ 10,7 milhões e US$ 6,5 milhões, respectivamente.

Segundo maior PIB per capta do Estado, atrás apenas de Eusébio, Maracanaú possui um polo industrial importante na composição da economia cearense, 41% de tudo que é produzido pela cidade vem desse setor. (IBGE 2015). Em 2015, uma pesquisa realizada pelo Urban Systems colocou Maracanaú na 7ª posição na lista das melhores cidades para negócios do Brasil.

Confira o estudo completo AQUI

Saiba mais

O Centro Internacional de Negócios da FIEC apoia a internacionalização das empresas cearenses e promove ações estratégicas, de capacitação e relações institucionais, com o objetivo de impulsionar as exportações e importações da indústria do Ceará. Faz parte da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), que junto com Serviço Social da Indústria (SESI Ceará), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Ceará), Instituto Euvaldo Lodi (IEL Ceará) e o Observatório da Indústria formam o Sistema FIEC.

 

 

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

  • CENTRO INTERNACIONAL DE NEGÓCIOS: Facebook
CIN - Centro Internacional de Negócios | CNPJ: 07.264.385/0001-43
Av. Barão de Studart, 1980 - 2ª andar - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024