Café Comex debate benefícios de acordos e tratados internacionais

12/04/2019 - 14h04

O Ceará é um dos Estados brasileiros que mais crescem em termos de comércio internacional, o que amplia as perspectivas para o desenvolvimento do Estado e das empresas. A partir dessa constatação, é possível potencializar o crescimento adotando iniciativas como a criação de escritórios comerciais internacionais em países que tenham interesse nos produtos cearenses, independente do Itamaraty. É o que propõe a professora de Direito Internacional, Maristela Basso, que proferiu nesta sexta-feira (12/4) uma palestra sobre “Acordos e tratados internacionais: Como se beneficiar no mercado global”, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), durante o Café em Comex.

O evento, realizado pelo Centro Internacional de Negócios da FIEC em parceria com a Nelson Willians & Advogados Associados, reuniu empresários, profissionais e estudantes de Comércio Exterior e tem como objetivo proporcionar um debate de questões relevantes para a indústria e o Ceará. De acordo com a professora, o Ceará poderia impulsionar as exportações e importações seguindo o exemplo de São Paulo, que vai abrir um escritório comercial em Xangai, na China. “Isso é possível sem onerar a máquina pública por meio de parcerias público-privadas, por exemplo. A grande vantagem é o aumento das vendas e a inclusão de outros produtos na pauta de exportação”, disse.

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

  • CENTRO INTERNACIONAL DE NEGÓCIOS: Facebook
CIN - Centro Internacional de Negócios | CNPJ: 07.264.385/0001-43
Av. Barão de Studart, 1980 - 2ª andar - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024