Setor metalmecânico cearense fecha 2018 com US$ 1,45 bilhões em vendas para mais de 80 países

05/02/2019 - 11h02

Setor de maior relevância do comércio exterior do estado, o metalmecânico cearense é o 8° do país, fechando o ano de 2018 com US$ 1,45 bilhões em vendas para mais de 80 países. O montante acumulado em exportações no setor, entre janeiro e dezembro do ano passado, cresceu 31,4% em relação a 2017 e representa mais de 60% das exportações do Ceará. As aquisições cearenses no setor também cresceram devido à alta atividade industrial local no período. Foram comprados do exterior mais de US$ 584 milhões, só em 2018, valor 32,7% maior em relação a 2017. Os resultados positivos têm como uma de suas maiores fontes a produção de placas de aço na Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), localizada no município de São Gonçalo do Amarante. Os dados são do estudo Ceará em Comex sobre o segmento, elaborado pelo Centro Internacional de Negócios da FIEC.

Como já era esperado, o saldo comercial também cresceu de forma animadora, totalizando agora US$ 872,9 milhões. Os itens metalmecânicos mais exportados pelo Ceará no período foram os semimanufaturados metálicos, mantendo o valor cearense como 2° do país. O grupo que inclui as placas de aço totaliza US$ 1,28 bilhões exportados, representando 88% do total e um expressivo crescimento nos últimos meses. O principal destino dos envios são os Estados Unidos, que consumiram US$ 591,9 milhões, valor que mais disparou em relação a 2017 (280,2%), se comparado aos outros países destino. O segundo maior, também o segundo que mais cresceu, é a Coreia do Sul, com US$ 174,7 milhões. Movido pelas instalações do complexo solar de Quixeré, as importações de células solares ultrapassaram os US$ 60 milhões.

O item fotovoltaico teve um consumo 100 vezes superior em relação ao ano de 2017, sendo o mais adquirido pelo estado. O segundo item em crescimento foram as “partes de outros motores” cujo consumo dobrou nos dois últimos anos, totalizando US$ 27,7 milhões. O principal fornecedor é a China, que elevou suas vendas ao estado em 57% e somou US$ 303,1 milhões.

Leia o estudo completo AQUI

Saiba mais

O Centro Internacional de Negócios auxilia as empresas na inserção no mercado internacional, promovendo a cultura exportadora no Estado do Ceará. O CIN faz parte da Federação das Indústrias do Estado do Ceará - FIEC, que junto com Serviço Social da Indústria - SESI Ceará, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - SENAI Ceará e Instituto Euvaldo Lodi - IEL Ceará formam o Sistema FIEC.

 

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

CIN - Centro Internacional de Negócios | CNPJ: 07.264.385/0001-43
Av. Barão de Studart, 1980 - 3ª andar - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024